fenai

 

.FEDERAÇÃO NACIONAL DA IMPRENSA - FENAI FAIBRA

Início      *Quem Somos      *Histórico        Diretoria  *      Eventos  *     Serviços     *  Artigos  *     Áudios     *   Notas Oficiais  *     Afiliar     *  Fale Conosco

 

 

 

   

Comunicados Oficiais

 

 

 

Subir - Topo

linha2.gif (86 bytes)

 

 

Comunicado em 30/03/2010

Por decisão da Diretoria, as matrículas abaixo relacionadas que haviam sido expedidas para o Estado de Roraima, foram canceladas tendo em vista pendências verificadas no pagamento da taxa de matrícula, que não foram regularizadas nos prazos estipulados:

1238/09-J
1239/09-J
1241/09-J
1242/09-J
1245/09-J
1246/09-J
1247/09-J
1249/09-J
1250/09-J
1251/09-J
1252/09-J
1253/09-J
1254/09-J
1257/09-J

Pedidos de esclarecimento devem ser reportados diretamente com a Secretaria da Fenai através do FALE CONOSCO.

A Diretoria ressalta que todo pagamento somente é válido mediante depósito diretamente na conta corrente da Federação ou através de boletos bancários emitidos pela Fenai.

Brasília (DF) 30 de Março de 2010

Ênia Cristinne Hojones - Presidente Interina

 

Comunicado

A Federação Nacional da Imprensa / Federação das Associações de Imprensa do Brasil (Fenai-Faibra), alerta que em todos os seus eventos de premiações e homenagens, os galardões são concedidos aos distinguidos sem quaisquer tipo de contra-partida e que não são cobradas nenhuma modalidade de adesões, doações e ajudas de quaisquer espécies, em nenhuma hipótese e situação. Fotos e vídeos gravados dos eventos são oferecidos gratuitamente aos homenageados e os mesmos nunca são vendidos sob o pretexto de auxiliar as entidades promotoras. Da mesma forma nunca é solicitado ajuda financeira para divulgação do evento ou do homenageado na mídia.

Todos os homenageados são distinguidos unicamente pelos seus próprios méritos pessoais e profissionais.

Eventuais abordagens devem ser descartada e, se possível, comunicada as autoridades policiais ou a Fenai-Faibra.

Brasília (DF), 10 de janeiro de 2006

J.H. de Oliveira Júnior
Presidente da Fenai/Faibra

 

Subir - Topo

 

Nota Oficial

A Federação Nacional da Imprensa / Federação das Associações de Imprensa do Brasil (Fenai-Faibra), entidade representativa e que congrega 59 Associações de Imprensa de todo País, protesta e manifesta através desta nota oficial preocupação pela atitude inusitada do Secretário de Justiça do Estado de São Paulo, Hédio Silva Junior, apontado de ser o mentor de processo judicial no qual pretende obrigar as emissoras Rede Record e Rede Mulher de Televisão a veicular programas sobre Candomblé e Umbanda, sob a acusação de supostamente terem as emissoras "demonizado os cultos afro-brasileiros" em sua grade televisa (Folha Universal de 04/12/05)

A Fenai/Faibra entende que fatos como esse atentam contra a Liberdade de Imprensa e de Expressão e constituiu uma agressão contra a Imprensa Brasileira e as Instituições Democráticas, asseguradas pela Constituição Brasileira ao mesmo tempo em que demonstra preocupação pela característica do comportamento do secretário configurar propósitos político-eleitoreiros.

Lamenta ainda que pessoas que dificultam o trabalho isento da Imprensa não mostram o mesmo empenho e preocupação para cobrar as devidas responsabilidades das autoridades e governantes, sempre alheios ao estado de miséria que assolam significativa parcela da população brasileira.

Brasília (DF), 07 de dezembro de 2005

J.H. de Oliveira Júnior
Presidente da Fenai/Faibra

 

Subir - Topo

 

Nota de Pesar

 

A diretoria da Federação Nacional da Imprensa / Federação das Associações de Imprensa do Brasil (Fenai/Faibra), consternada, comunica com pesar o falecimento de seu diretor e conselheiro, jornalista Mário Miguel Nichola Garófalo, ocorrido nesta segunda-feira (27/09/04) em Brasília (DF).

 

Brasília (DF), 27 de setembro de 2004

 

J.H. de Oliveira Júnior

Presidente da Fenai/Faibra

 

 

Subir - Topo

 

 

Nota Oficial 25/12/04

A Federação Nacional da Imprensa / Federação das Associações de Imprensa do Brasil (Fenai-Faibra), entidade representativa e que congrega 59 Associações de Imprensa de todo País, protesta e manifesta através desta nota oficial preocupação pela atitude inusitada de um Juiz de Direito que impediu, no último dia 24 de setembro,  a transmissão final para todo o Estado do Rio de Janeiro, do Programa Jornalístico REPÓRTER RECORD.
 
O programa vítima do arbítrio e da censura enfocava o relevante tema "A Esperança e Solidariedade no Sertão" retratando o trabalho social e beneficente que uma entidade religiosa realiza, sem uma única ajuda das autoridades governamentais, na Fazenda Canaã, em Irecê, sertão da Bahia onde mais de 500 crianças recebem educação,  tratamento médico-odontológico, atividades esportivas e recreativas e assistência social extensiva aos seus familiares.
 
A Fenai/Faibra entende que fatos como esse atentam contra a Liberdade de Imprensa e de Expressão e constituiu uma agressão contra a Imprensa Brasileira e as Instituições Democráticas, asseguradas pela Constituição Brasileira.
 
Ao mesmo tempo a Fenai/Faibra lamenta que essas mesmas pessoas que dificultam o trabalho isento da Imprensa não mostram o mesmo empenho e preocupação para cobrar as devidas responsabilidades das autoridades e governantes, sempre alheios ao estado de miséria que assolam significativa parcela da população brasileira.
 
Brasília (DF), 25 de setembro de 2004
 
J.H. de Oliveira Júnior
Presidente da Fenai/Faibra

 

Subir - Topo

 

Nota Oficial 10/02/2003

A Federação Nacional da Imprensa (Fenai/Faibra) manifesta preocupação com a recente liminar concedida pela Justiça que colocou a revista VOCÊ S/A (edição nº 56 de fevereiro/2003), do Grupo EXAME da Editora Abril, sob censura prévia.

Tal decisão judicial, que a Fenai/Faibra considera não encontra respaldo na Constituição Federal, impediu a publicação da matéria de capa "A Indústria de Relocação Profissional". Segundo a determinação judicial, a reportagem não poderia ser publicada sem que fosse submetida à leitura e resposta prévias de uma das empresas interessadas. O mais grave é que VOCÊ S/A está sendo censurada sob presunção de ma-fé em relação a matéria que nem sequer foi publicada.

A Fenai/Faibra entende que a existência da atual Lei de Imprensa, e de mecanismos jurídicos atuais, asseguram a defesa e reparo de possíveis danos que possam atingir pessoas ou empresas, com publicações de denúncias pela imprensa, não justificando assim a aplicação de censura prévia aos veículos de comunicação.


Brasília (DF), 10 de fevereiro de 2003

J.H. de Oliveira Júnior
Presidente da Fenai/Faibra

 

Subir - Topo

 

Nota de pesar 08/02/03

A Federação Nacional da Imprensa e a Federação das Associações de Imprensa do Brasil (Fenai/Faibra) lamentam sinceramente o falecimento do jornalista Manoel Francisco Nascimento Brito, ex-presidente do Jornal do Brasil, ocorrido neste sábado, no Rio de Janeiro.

A Fenai/Faibra em nome da diretoria e das Associações de Imprensa afiliadas apresentam condolências aos familiares de M.F. Nascimento Brito e aos funcionários e diretores do Jornal do Brasil.

Brasília (DF), 8 de fevereiro de 2003.

J.H. de Oliveira Júnior
Presidente da Fenai/Faibra

 

Subir - Topo

 

Nota Oficial 25/10/2002

A Federação Nacional da Imprensa / Federação das Associações de Imprensa do Brasil (Fenai/Faibra) manifesta-se preocupada com as recentes decisões da Justiça Eleitoral censurando os jornais Comunidade, Jornal de Brasília, Tribuna do Brasil e Correio Braziliense.

A Fenai/Faibra entende que a existência de mecanismos jurídicos atuais asseguram na justiça comum a defesa e reparo de possíveis danos materiais e morais que possam atingir pessoas com publicações de denúncias pela imprensa, não justificando assim a aplicação de censura prévia aos veículos de comunicação.

Brasília (DF), 25 de outubro de 2002

J.H. de Oliveira Júnior
Presidente da Fenai/Faibra

 

Subir - Topo

linha2.gif (86 bytes)

 

 

 

 

 

FALE CONOSCO

WhatsApp: +55 61 98184-4047  +  Tel.: +55 61 4101-8848

Sede: SRTVS - Ed. PALÁCIO DA IMPRENSA - 2º Andar

70340-905 - BRASÍLIA - DF

 

 

Subir - Topo